Postagens

20 dicas incríveis sobre corrida

Imagem
4 feras no assunto - Paulo Zogaib, da Unifesp; Marcos Paulo Reis, do Pão de Açúcar; Ademir Paulino, da Companhia Athletica; e Fabiana Pereira, da 4any1 - dão dicas para quem pretende correr 10 km 1.  Entre um treino e outro, ande de bicicleta. A pedalada fortalece as coxas e melhora a capacidade do joelho de amortecer o impacto da corrida. A bike, nesse caso, teria o mesmo efeito que o exercício com peso para as pernas indicado na matéria.  2.  Muitos corredores recomendam que se coma banana todos os dias. A fruta possui potássio, o que teoricamente diminui o risco de cãibras. Mas nenhum dos meus entrevistados recomendou isso. Eles apenas indicaram uma dieta balanceada e com frutas (que pode ser qualquer uma).  3.  Outra recomendação muito comum entre os corredores é correr para um rodízio de carnes assim que terminar uma prova. Isso, segundo dizem alguns, seria uma forma de repor as proteínas do corpo, todo debilitado. Trata-se de outro mito. Ademir Paulino, professor da Compa

Aos 50, ela garantiu vaga nas seletivas olímpicas de maratona

Imagem
A americana impressionou ao finalizar o percurso de 42,195 quilômetros com pace médio de 3:53 (velocidade média de 15,44 km/h) No ano de 2017, muitas mulheres completaram uma  maratona  no tempo de 2 horas, 43 minutos e 57 segundos. No entanto, apenas uma delas conseguiu o feito com 50 anos – Molly Friel, americana com 3 décadas de experiência no esporte e muita vontade de somar  quilômetros . Molly atingiu a marca na Maratona Internacional de Califórnia, nos EUA, e conseguiu sua classificação para a seletiva da próxima  Olimpíada , em Tóquio (Japão), com folga – o tempo necessário era 2:45:00. O pace da americana, que já  tinha chegado às seletivas em 2016 e 2004, foi de 3:53 (a cada 3 minutos e 53 segundos, ela completava 1km), uma média de 15,44 km/h. Somente  Marion Irvine havia conseguido a classificação em uma idade parecida. Aos 54 anos, a também californiana finalizou a prova com 2:51:01 (tempo dentro do necessário em 1984). Em entrevista à revista  Runne

Corrida: 3 truques mentais para melhorar seus resultados

Imagem
O coach Bruno Zanuto ensina como treinar a cabeça para ir ainda mais longe na modalidade Durante a  corrida , em qual quilômetro você trava? A solução para transpor essa barreira pode estar na sua cabeça (e não nas pernas!). O coach Bruno Zanuto ensina  estratégias mentais  para você conquistar suas metas. 1. Acredite em você “Não dá mais” ou “Estou cansada” são  pensamentos  que costumam invadir nossa cabeça em um treino puxado. “Esse ‘diálogo’ suga nossa energia, o que sabota o rendimento”, alerta o ex-atleta Bruno. Jogue a falta de confiança para fora da pista e foque nos  motivos que a incentivam a correr  – reduzir o stress, encontrar os amigos. “O vínculo emocional fará com que a atividade ganhe um sentido e seja mais proveitosa.” 2. Foque no agora Assim que calçar o  tênis , esqueça as pendências do trabalho. “Estudos mostram que corredores que passam por um stress mental têm uma queda de 30% no desempenho.” Preste atenção no seu corpo – vale sentir a respiraç

Caia na água! 4 exercícios de natação para corredores

Imagem
Muita gente começa a treinar na piscina para variar o estímulo, porque quer fazer triathlon ou simplesmente porque nadar é uma delícia. Mas a natação também pode ser ótima para melhorar a sua corrida! Isso mesmo, na água o impacto é mínimo e a prática fortalece o corpo inteiro, além de mobilizar os músculos e articulações em uma variedade enorme de movimentos diferentes dos da corrida. A natação para ser usada como recuperação ativa, principalmente depois de provas duras, como uma maratona, por exemplo. “Na natação, você aumenta o volume pulmonar, o que pode ajudar na sua performance como corredor”, explica Rodrigo Lobo, treinador da Lobo Assessoria Esportiva. Mas os benefícios da natação para corredores vão além de turbinar o sistema cardiovascular, o que melhora a resistência em corridas de longa distância. Respiração, flutuação, ritmo de pernadas e braçadas das quatro modalidades (crawl, costas, peito e borboleta) melhoram a coordenação e a mobilidade também. Benef

Meia de compressão realmente funciona?

Imagem
A maioria das pessoas associa este tipo de meia com condições médicas, como varizes e tornozelos inchados. No entanto, elas também são benéficas para os atletas, de forma preventiva Essa semana atendi um paciente que teve uma trombose e me questionou sobre o uso das meias de compressão durante a corrida. Resolvi fazer esse artigo para tirar as duvidas de muitos atletas! A maioria das pessoas associa meias de compressão com condições médicas, como varizes e tornozelos inchados. No entanto, eles também são benéficas para os atletas, de forma preventiva. Atletas profissionais, incluindo medalhistas olímpicos, ficaram conhecidos por usar meias de compressão e manguitos de braço para melhorar desempenho e treinamento. Você não precisa ser um atleta famoso para experimentar esses benefícios, nem ter doenças. Atletas e corredores em qualquer nível podem experimentar a resistência aprimorada, desempenho e recuperação que as meias de corrida oferecem. E a conclusão de manter o u

Faça em casa cinco exercícios para a musculatura do pé e evite as dores

Imagem
Cuidar deles é uma parte fundamental para uma prática de corrida saudável e com menos perigos. Então, inclua-os na rotina de treinamento e perceba as diferenças Corredor consciente sabe que precisa manter os músculos com força adequada. Os treinos mais tradicionais, sejam eles na academia, crossfit, pilates ou funcional, buscam englobar todos os seguimentos: braços, pernas e tronco. Mas e o pé? Você faz exercícios para os músculos dessa parte do corpo?  Muitas pessoas se surpreendem ao descobrir a quantidade de músculos que possuímos no pé e que, portanto, merecem atenção. Os mais importantes somam onze, e isso contando somente os que são intrínsecos ( que começam e terminam no pé, sem ter relação com o restante da perna). Negligenciar os pés pode levar a consequências negativas na corrida, pois esse segmento é essencial para uma boa biomecânica.  Veja a seguir alguns exemplos de problemas que podem surgir quando esquecemos de cuidar do pé, e exercícios para reverte

Você sabe o que é a cadência da corrida e como ela pode ajudar?

Imagem
Muitas pessoas ainda têm dúvidas a respeito do que é exatamente a cadência da corrida, como medi-la e de que forma utilizá-la como uma aliada do movimento Corredores e pesquisadores da área da corrida estão falando cada vez mais sobre a cadência das passadas e como ela pode ajudar na performance e na prevenção de lesões. Porém, muitas pessoas ainda têm dúvidas a respeito do que é exatamente a cadência da corrida, como medi-la e de que forma utilizá-la como uma aliada do movimento. Por isso vou explicar cada um desses tópicos e mostrar porque uma cadência adequada na corrida é tão importante. O que é a cadência? Cadência é a quantidade de passos por minuto, ou seja, quantas vezes os pés tocam o chão em 1 minuto da corrida. Há certa confusão entre o conceito de cadência e velocidade. Então, para clarear esse mal-entendido, imagine uma pessoa correndo 10 km a 10 km/h. Ela pode fazer isso dando poucos passos bem largos ou vários passos mais curtos, mas nas duas situações